Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LimãoDoceLimão

LimãoDoceLimão

O meu lugar #2

A Alegria no cais era tanta, as mulheres de coração apertado, os filhos que irradiavam alegria, os amigos e conhecidos ou também os desconhecidos, todos esperavam e anseavam por um abraço, um beijo e um sorriso, ou simplesmente, olhar a alegria de uns e de outros. 

Vinham cansados, não tão felizes quanto podíamos esperar. A faina não tinha corrido tão bem quanto se anseava, dias de tempestade tinham assolado a embarcação. O mar fora traiçoeiro, mas melhores dias viriam com certeza.

Esperava ansiosamente por aquele abraço,  sempre que o pai chegava era uma festa das grandes, o seu abraço, aquele cheiro a mar que o abraçava deixava-me feliz. Estava novamente em casa e isso era o mais importante.

Crescia comigo e em mim uma vontade cada vez maior de ir além daquela espera, o que eu queria mesmo era embarcar. Sabia que tinha de esperar... mas o meu dia iria chegar mais depressa do que eu poderia alguma vez imaginar.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.