Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LimãoDoceLimão

LimãoDoceLimão

Dia 3/60

22
Out19

Pois, 79 é o peso da minha luta e o peso da minha vergonha! Pensar que já fui 20 quilos mais leve é algo que me assusta, quando me olho e vejo, de forma mais isenta, este meu desleixo contínuo neste último ano. Ficar dependente do que comemos, e comer o que nos apetece, não é solução, nem resposta para nada, é apenas o inicio de um grave problema de auto estima, de saúde, de mobilidade, de vontade, e de tudo o que possam imaginar. E, assim, andamos reféns da comida ... e porque é só mais isto, ou só mais aquele pedacinho e aquele pãozinho!

Eu sou gulosa... agora, admito !!! Porque não era...eu, que nem doces comia, quem diria! 

Não pretendo com isto chegar aos 59 dos meus saudosos vinte, mas tenho saudades dos meus 63, ou 65, e até dos meus 70.

Vergooonha! No que me tornei eu? Numa Bolinha 

th (1).jpg

 

 

Dia 2/60

21
Out19

Está na altura de me levar a sério, é preciso força e perseverança! A ver pela dureza do dia já deu para perceber que não vai ser nada fácil! Cada vez que me meto nestas coisas é sempre assim, não sei se convosco é igual, mas levo o dia a pensar no que não posso comer. E à noite? a hora mais difícil do dia, só apetece doces e docinhos, bolachas e bolachinhas. Sim, já me disseram para não ter nada disso em casa, mas não é possível, vivo numa casa de gulosos!!

Cometi um pecado, sim....um pedacinho de bolo de mel a acompanhar o café!! Não deu para resistir! Também já diz o velho ditado que Roma e Pavia não se fizeram num dia!! 

Até amanhã!!

aa.jpgA receita desta delicia está no O Jantar é às Oito!!

 

#6 Até ao Natal

20
Out19

Perder peso, sim!

Estou determinada, mas não sei se consigo lutar sozinha, como tal, porque não partilhar esta experiência? Vou sentir uma maior pressão e desistir não vai ser tão fácil, certo?

A ideia é perder, pelo menos, seis quilos até ao Natal. Neste momento não gosto do que vejo, odeio ver-me nas fotografias, sinto-me inchada, tudo me aperta... enfim, sinto que vou rebentar a qualquer momento. Estou triste, não sei o que vestir, tudo me fica muito mal.

O objetivo? perder quinze quilos, mas, a primeira meta, são mesmo seis quilos de tristeza para mandar fora até ao final do ano. 

Hoje, comecei o dia com o meu pãozinho torrado e uma fatia de fiambre de aves, um chá bem quentinho. A meio da manhã uma gelatina e duas metades de nóz. O almoço pediu uma pescada cozida com couve coração e cenoura cozida. O lanche vai ser um batido de lima e ananás. Ao jantar uma courgete recheada com atum e uma salada de agrião, bem fresca!!

Para beber?? muita água (e se para mim é dificil beber água)

72754098_417152792328066_3273502237673914368_n.jpgA minha courgete está linda, não está!

Vou deixar a receita no Blog O Jantar é às oito

Amizade: amigos ou ...nem por isso

28
Abr17

 

Imagem-para-Tumblr-de-amizade.jpg

 

A amizade é um conceito lato, podemos pensar que aqueles que estão sempre connosco, que nos acompanham ao longo da nossa vida são realmente aqueles que podemos considerar nossos amigos. Aqueles que nos querem bem, que sabem agarrar na nossa mão, que nos chamam à razão, que nos abrem os olhos sempre que é preciso.

Os amigos gostam de nós como somos, com os nossos defeitos, com as nossas virtudes, amigos são aqueles que, mesmo longe não se esquecem, que voltam sempre.

Os amigos não copiam, os amigos não roubam, não se aproveitam das tuas fragilidades, ser amigo é ser sincero, e não enganador. 

A amizade é algo que se cultiva, que se trabalha, que se acompanha, é como uma planta que deve ser regada, bem tratada e acarinhada. A amizade não se compra, não se vende, não se leiloa. A amizade nasce, cresce,  vive e morre, ou desvanece-se...depende de muito aquilo a que queremos chamar de  amizade.

Frases Soltas...#14

15
Mar17

 

É o tempo que voa,

que passa e não volta,

que apoquenta a vida ,

e me atormenta a alma.

O tempo que espera,

que desespera,

que corre e que vai,

sentido perdido,

pois é....

é o tempo que voa.

 

O caminho que escolhemos nem sempre é o que queremos, muitas vezes é o que a vida nos permite, nos proporciona e nos dá! Ao longo do tempo começo a perceber que muito do que ambicionámos outrora vai-se desvanecendo com o tempo, vamo-nos acomodando, ficando ali e não damos conta que ele passou, o malvado tempo! 

Também é verdade que o podemos enganar ou dar-lhe a volta, mas será que conseguimos enganá-lo por muito tempo?

O destino está traçado ou somos nós que o traçamos?

Hoje estou em modo ponto de interrogação!!